SANTA FALTA DE EDUCAÇÃO, MURICY!!

on


Tudo bem que já se passaram três dias após o lamentável episódio envolvendo Muricy Ramalho e jornalistas durante a coletiva de imprensa após a derrota do São Paulo para o Santo André por 2X0.

Mas nunca é demais lembrar que ultimamente, Muricy tem sido bastante rude e grosseiro com os repórteres que apenas estão o entrevistando, estão fazendo o seu trabalho, que é informar a população, não estão colocando o treinador do São Paulo numa masmorra e estão o interrogando a respeito de algum crime.

Os treinadores de futebol, precisam tratar com um pouco mais de respeito os profissionais da comunicação, todos nós sabemos que o trabalho é estressante, é desgastante, que após uma derrota, a carga de stress aumenta cada vez mais, mas o jornalista não tem culpa disso, apenas quer que as suas perguntas sejam respondidas da maneira mais sóbria e educada possível.

Não é só o Muricyu que age dessa maneira: Wanderley Luxemburgo, do Palmeiras também dá patadas em repórteres e no jogo seguinte fala como se na da tivesse acontecido. O treinador Emerson Leão, do Atlético Mineiro é famoso em disparates contra a imprensa, sempre que sai uma pergunta, vem uma resposta irônica por parte do técnico.

Mas tudo isso também é culpa do próprio profissional de imprensa, que abaixa a cabeça para o que o treinador diz, aceita as "aulas de jornalismo" que certos treinadores gostam de dar durante as coletica-como se não tivéssemos estudado durante 4 anos para ficarmos entrevistando-os- e ainda publicamos no dia seguinte a matéria da coletiva, adjetivando tal técnico como "folclórico" pelo mau humor.

Isso para mim não é mau humor folclórico, é falta de educação e respeito para com outros profissionais, que como eles estão fazendo o seu trabalho para sustentar suas famílias.

Um comentário:

Wilson Hebert disse...

A relação entre imprensa e profissionais do futebol é intensa. E passa a ficar insuportável quando um dos, ou os dois lados resolvem agir sem nenhuma educação ou bom senso.

Ninguem precisa gostar de ninguem, basta um respeitar o trabalho do outro.

Tudo bem que existem profisionais da imprensa que as vezes exageram na imbecilidade, mas o Muricy tambem... Meu Deus do ceu...

Abss Leo!