Morreu Bellini, o capitão da Copa de 58

on Comments: (0)


O futebol brasileiro perde mais uma de suas estrelas históricas. Morreu na última quinta-feira (20), Hilderaldo Luís Bellini (83), capitão campeão do mundo em 1958.

Bellini faleceu no Hospital Nove de Julho, em São Paulo. O ex-jogador sofria de Mal de Alzheimer, doença que fora diagnosticada há três anos. Desde então as aparições do craque foram cada vez mais raras pelas dificuldades que a doença lhe impunha.

O corpo do ex-capitão está sendo velado neste momento no salão nobre do São Paulo Futebol Clube, equipe que defendeu entre 1962 e 1968. Após o velório, ele será encaminhado para Itapira, sua cidade natal, no interior paulista.

Hilderaldo Luís Bellini nasceu em 7 de Junho de 1930 em Itapira. Iniciou sua carreira de atleta como zagueiro no Itapirense, depois foi transferido para o Sanjoanense. Em 1951 deixou o interior de São Paulo para atuar pelo Vasco da Gama, onde ficou por mais de dez anos, tornando-se ídolo da torcida. Pelo clube de São Januário foi campeão carioca três vezes: 1952, 1956 e 1958 (conhecido como "Super-Super Campeonato), além de conquistar o Torneio de Paris de 1957 e o Torneio Rio-São Paulo de 1958. Em 1962 trocou o Vasco pelo São Paulo, onde defendeu até 1968. Encerrou a carreira jogando no Atlético Paranaense aos 39 anos em 1969.


Pela Seleção Brasileira, foi o capitão do primeiro título mundial do Brasil em 1958. Foi dele o gesto imortalizado de levantar a taça acima da cabeça. O título até então inédito lhe rendeu uma estátua em sua homenagem na estrada principal do Maracanã. Também fez parte do grupo que foi bi-campeão em 1962 no Chile e atuou na fatídica campanha da Copa do Mundo de 1966 na Inglaterra.

Presidente do Barcelona renuncia

on Comments: (0)


A polêmica transferência de Neymar para o Barcelona já fez sua primeira vítima. O presidente do clube catalão Sandro Rosell anunciou a sua renúncia do cargo na última quinta-feira (23).

A razão para a saída do presidente do Barça é a investigação da Audiência Nacional sobre o valor declarado pelo clube espanhol na contratação do craque brasileiro. A denúncia partiu do jornal espanhol "El Mundo" que noticiou que a transferência de Neymar para o Barcelona custou na verdade 95 milhões de euros o equivalente a 300 milhões de reais. No documento oficial consta que o Barcelona pagou cerca de 17 milhões de euros ao Santos e outros 40 mi. a uma espécie de "sociedade". O total da venda  declarada seria de 57 milhões de euros, omitindo outros 38 milhões.

Não é a primeira vez que Rosell fica na mira da justiça. Ele foi diretor da ISL, empresa especializada em marketing esportivo que atuou em clubes brasileiros nos anos noventa. Rosell esteve envolvido em pagamentos de propinas entre 1992 e 1997 a Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF e João Havelange, ex-presidente da FIFA. O caso acabou sendo encerrado em 2013 após renúncia de Havelange do cargo de presidente de honra da FIFA. A ISL encerrou suas atividades em 2001.

Na manhã desta sexta-feira (24) o vice-presidente Josep Maria Bartolomeu assumiu o cargo de presidente do Barcelona e já se apresentou aos jogadores.

Cianorte garante direito de disputar a Série C

on Comments: (1)


Início de 2014 está se tornando uma época especial para protestos de clubes na Justiça. A novidade agora é que o Cianorte conseguiu o direito de disputar o Campeonato Brasileiro da Série C através da Justiça Comum.

O clube do interior do Paraná entrou na Justiça para requerer o direito de jogar a Série C por ter ficado em quinto lugar na Série D em 2012. A razão para tal pedido foi a entrada do Treze, 5° lugar da quarta divisão de 2011 ter disputado a Série C de 2012 no lugar do Rio Branco, que foi excluído da competição.

A Justiça deu favorecimento à agremiação paranaense ao entender que segundo o Estatuto do Torcedor (Art. 5º), cada regulamento de uma competição deverá ter a vigência de no mínimo dois anos. Com isso a Série C do Campeonato Brasileiro desse ano poderá ter 21 clubes.

A CBF, organizadora do torneio ainda não se pronunciou sobre o caso.

Em 2011 o Rio Branco-AC era líder do Grupo A quando foi impedido de jogar em seu estádio, o Arena da Floresta. O clube acreano entrou na Justiça Comum para voltar a atuar em seu estádio, vencendo a causa. Por ter entrado na Justiça Comum, o STJD excluiu o Rio Branco da competição. Com isso, o Treze de Campina Grande, quinto lugar da Série D de 2011, se viu no direito de requerer a vaga. Após muita briga entre os dois clubes nos tribunais, a CBF decidiu reintegrar o Rio Branco e manter a equipe paraibana, deixando a Série C de 2013 com 21 clubes.

Seedorf encerra carreira de jogador

on Comments: (0)


Clarence Seedorf tomou uma das decisões mais importantes em sua vida. Na última terça-feira (14), ele declarou que encerra a sua carreira aos 37 anos. Seedorf iniciará uma nova profissão: treinador do Milan.

Na tarde de terça-feira foi convocada uma entrevista coletiva na sede do Botafogo, em General Severiano. Ao lado do presidente do clube, Maurício Assumpção, o craque holandês comunicou que dará por encerrado o seu ciclo como jogador de futebol depois de 22 anos de carreira. Seedorf aceitou a proposta de ser técnico do Milan para substutuir o treinador Maximiliano Alegri, demitido após derrota para o modesto Sassuolo no Campeonato Italiano.

Será a primeira experiência de Seedorf como técnico e logo treinando o clube que ele defendeu por mais de dez anos e conquistou seus maiores títulos. A vantagem para ele começar bem seu trabalho é que alguns jogadores que atuaram junto com ele ainda permanecem no time. O problema é que o Milan está em 11º lugar no Campeonato Italiano e o máximo que a equipe "rosso-nera" pode almejar é uma vaga na Liga Europa.

Seedorf jogou pelo Botafogo durante um ano e meio, disputou 81 jogos e marcou 24 gols, sua melhor média. Foi campeão estadual de 2013 e levou o clube alvinegro para a Taça Libertadores da América depois de dezoito anos sem disputá-la. 

Além de jogar no Botafogo e pelo Milan, também defendeu clubes como Ajax, Inter de Milão, Real Madrid e Sampdoria. Foi quatro vezes campeão da Champions League por três equipes diferentes: Ajax (Holanda) em 94/95, Real Madrid (Espanha)1997/1998 e Milan (Itália) 2002/2003 e 2006/2007.

E ele (outra vez) chegou lá!

on Comments: (0)


O ano inteiro ele mostrou que esteve lá. Cristiano Ronaldo conquistou pela segunda vez o prêmio de Melhor Jogador do Mundo, concedido pela FIFA. A cerimônia de premiação foi realizada na Suíça, sede da entidade.

Cristiano chegou à final enfrentando Leonel Messi, do Barcelona, que ganhou a Bola de Ouro entre 2009 e 2012 e Franck Ribéry, jogador francês do Bayern München. A votação foi apertada, o português obteve 28 % dos votos, enquanto Messi teve 25% e o francês ficou com 23%. 

Após Pelé anunciar seu nome como vencedor, o craque não conteve a emoção. Muito diferente de um Cristiano Ronaldo sério, como se fosse um general, segundo Joseph Blatter, presidente da FIFA. Um general também é capaz de se emocionar.

A premiação coroa uma temporada perfeita de Cristiano Ronaldo, tanto pelo Real Madrid, treinado por seu conterrâneo José Mourinho, quanto na seleção portuguesa. Defendendo Portugal, o craque levou seu país a mais uma Copa do Mundo ao marcar os três gols na vitória sobre a Suécia na repescagem das Eliminatórias Europeias. Cristiano fechou a temporada 2012/2013 com 69 gols no total.

Cristiano Ronaldo ganha o seu segundo prêmio de Melhor Jogador do Mundo. A primeira premiação foi em 2008 quando ele defendia o Manchester United e foi campeão da Champions League e Mundial de Clubes. Diferente de cinco anos atrás, Cristiano não conquistou títulos na última temporada.

Liminares favorecem Portuguesa e Flamengo na Justiça Comum

on Comments: (0)


Começa a temporada de chuvas de liminares no futebol brasileiro ocasionando mudanças drásticas no clima do Campeonato Brasileiro de 2014. A previsão para a temperatura até o mês de abril é altíssima.

Brincadeiras à parte, começa a batalha de liminares envolvendo clubes que seriam rebaixados para a Série B. Na última sexta-feira (10) Portuguesa e Flamengo conseguiram recuperar os pontos perdidos pelo STJD. Com essa vitória dos dois clubes na Justiça Comum, o Fluminense volta a ser rebaixado para a Série B em 2014.

Na manhã da última sexta-feira (10) a 42ª Vara Cível de São Paulo atendeu a solicitação de um advogado torcedor do Flamengo exigindo a devolução dos quatro pontos perdidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Horas depois foi a vez da Portuguesa também vencer sua causa na Justiça Comum pelo mesmo motivo. Caso a CBF acate as decisões favoráveis ao rubro-negro e à Lusa, o Fluminense é quem disputará a Série B esse ano ao lado dos outros rebaixados: Vasco, Ponte Preta e Náutico.

O Departamento Jurídico do Flu já está se movimentando para tentar cassar a liminar. O motivo dado pelo advogados tricolores é que tanto a FIFA quanto a CBF não reconhecem penalizações a clubes através da Justiça Comum. Somente os tribunais esportivos tem esse poder de julgamento.

Outros clubes começam a se mobilizar para enviar ações à Justiça Comum. O Vasco já enviou a sua pedindo a anulação do jogo contra o Atlético Paranaense, válido pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. Torcedores do cruzmaltino alegam que a partida não deveria ter sido reiniciada por falta de segurança após briga generalizada entre as duas torcidas organizadas rivais. O Náutico, rebaixado em último lugar, também estuda entrar na Justiça para permanecer na primeira divisão.

A CBF tem até o fim de fevereiro para definir o calendário do Campeonato Brasileiro da Série A. Até lá, a chuva de liminares promete ser muito forte, ameaçando inclusive a organização do torneio.

A Portuguesa de Desportos foi punida com a perda de quatro pontos pela escalação irregular do jogador Héverton, que deveria cumprir duas partidas de suspensão. O atleta foi escalado para o jogo contra o Grêmio pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O Flamengo também foi penalizado perdendo quatro pontos ao escalar o lateral André Santos no jogo contra o Cruzeiro. Ambos os clubes foram julgados no tribunal Pleno do STJD no dia 27 de dezembro de 2013 e perderam suas ações por unanimidade.

Adeus ao "Pantera Negra"

on Comments: (0)


Gerações de torcedores portugueses se curvam para se despedir de seu ídolo maior do esporte. Conhecido como "Pantera Negra", reverenciado nos gramados do mundo inteiro, Eusébio faleceu no último domingo (5) aos 71 anos de idade após sofrer uma parada cardiorrespiratória. Um país que já teve Dom Henrique, Luís de Camões, Dom Manuel, Vasco da Gama e Fernando Pessoa, lamenta hoje, a perda de mais um ícone.

Na última segunda-feira (6) foi realizado o velório do maior craque português da história. Milhares de pessoas se reuniram no Estádio da Luz, em Lisboa, para prestar as últimas homenagens ao ex-atleta. Entre os presentes estava o atual elenco do Benfica, clube que o consagrou na década de 60 e outras personalidades do futebol internacional.

Após o velório, a multidão de fãs e torcedores seguiu até a igreja onde houve uma cerimônia religiosa, que contou com a presença do presidente de Portugal Cavaco Silva. Após a missa, o corpo de Eusébio foi conduzido até o cemitério de Lumiar para o último adeus. O craque foi enterrado sob aplausos, uma despedida digna pelo que ele representou ao futebol mundial.

Eusébio da Silva Ferreira nasceu em 25 de janeiro de 1942 em Maputo, Moçambique, então colônia portuguesa. Começou a carreira jogando no Sporting Lourenço Marques, em seu país natal. Em 1960 transferiu-se para o Benfica, onde conquistou seus maiores títulos e atuou por 15 anos. Pelos "águias", suas principais conquistas foram a Copa dos Campeões Europeus de 1962, além de ter sido onze vezes campeão nacional.

Pela seleção lusitana, participou da Copa do Mundo de 1966 e terminou como artilheiro do Mundial com nove gols e terminou em terceiro lugar, a melhor posição de Portugal em Copas.  Vestindo a camisa da seleção nacional, ele jogou 64 partidas e marcou 41 gols, sendo o segundo maior artilheiro da seleção lusa, só foi batido recentemente por Cristiano Ronaldo. Após sair do Benfica, atuou em equipes dos México, Canadá, Estados Unidos e clubes menores de Portugal. Foi vencedor do prêmio "Bola de Ouro" em 1965 e eleito o nono maior jogador de futebol do século 20 pela FIFA.

A tarde de Lisboa está triste como um fado da também saudosa Amália Rodrigues.