VASCO É CAMPEÃO DA SÉRIE B

on

Foram 11 meses e mais alguns dias de sofrimento, mas o Vasco mostrou que é uma grande equipe e conquistou o título da Série B após derrotar o América de Natal por 2X1 de virada no Maracanã.

A doída queda do clube de São Januário abriu uma ferida no coração do torcedor, mas vascaíno ferido não é vascaíno morto e logo após o rebaixamento, foi hora de arregaçar as mangas e trabalhar duro para reconstruir a caravela que estava no fundo do mar e conduzí-la a seu porto seguro.

A diretoria, que pecou pela inexperiência no ano anterior, desta vez abriu o Vasco para o profissionalismo em algumas áreas. Rodrigo Caetano foi contratado para ser o gerente de futebol, Fábio Fernandes, para o marketing, entre outros comandantes. Roberto Dinamite estava aprendendo e muito bem a delegar funções dentro do Vasco.

E para comandar essa expedição ninguém melhor que Dorival Júnior para liderar a nau vascaína ao caminho das conquistas. O líder dos marinheiros foi Carlos Alberto, a princípio visto com desconfiança pela torcida e pelos críticos, mas mostrou um senso de liderança jamais visto e soube conduzir esses jogadores, a maioria desconhecidos para a glória.

Com as vitórias no Estadual, a torcida passou a acreditar mais e mostrou que o sentimento não pode parar e nunca parou, mesmo com vitórias sofridas e poucas derrotas, a torcida esteve sempre ao lado do clube que ama. O slogan "O Sentimento não Pode Parar" é realmente o mais apropriado a essa torcida vascaína, que não torce para dirigente A ou B, o importante para a maioria dos torcedores é o clube, pois os dirigentes vão embora, mas o Vasco, mesmo ferido, continuará sendo eterno.

Ontem foi o dia para lavar a alma. Jogo complicado, os vascaínos ansiosos no Maracanã e um gol do América no primeiro tempo. Um pênaltio perdido por Élton no início do segundo tempo e mais sofrimento para a nação cruzmanltina, que é maior do que muitos países. O empate de pênalti marcado por Élton pela segunda vez e a mostra que o Vasco é o time da virada. Faltando cinco pro fim do jogo Alex Teixeira chutou fraco, rasteiro e a bola morreu nas redes do América. É só soltar o grito preso há seis anos de "É campeão!!" e festejar até o sol nascer ou até os vizinhos reclamarem.

Para quem não dá valor a esse título da Série B não sabe o que é ser vascaíno. É mais do que festejar o acesso, a volta para a Série A, é comemorar o renascimento do Gigante da Colina, é comemorar a volta da alegria do vascaíno e do orgulho, que nunca foi perdido por completo, mas ficou muito diminuto por conta de administrações passadas.

Parabéns, Vascão da Gama!!!!! Seja bem vindo de volta à Primeira Divisão, o lugar de onde jamais devia ter saído!!! O Gigante voltou e mais forte do que nunca!!!!!

2 comentários:

carol sakurá disse...

Oi Léo!

Obrigada por visitar o Poete!

Parabéns ao grande Vasco da Gama!

Em 2010,a Cruz de Malta navegará heróica pelos mares brasileiros.

Abs!

Carol Sakurá

Marcela Semler disse...

Parabéns Leo pelo Blog e excelente texto!!!

E parabéns Vasco pelo retorno à elite do futebol...

Um beijo da Colorada!!!