SESSÃO MEMÓRIA: OS QUINZE ANOS DO TETRA CAMPEONATO DA SELEÇÃO BRASILEIRA

on


17 de Julho de 1994: data historica para o futebol brasileiro. Foi num domingo à tarde que acabou um jejum de 24 anos sem títulos mundiais da seleção brasileira após uma sofrida disputa de pênaltis contra a Itália em Los Angeles.

Vamos começar por 1993: no início do ano os garotos da categoria sub-20 conquistaram o tri-campeonato mundial na Austrália após vencerem de virada a seleção de Gana por 2X1. No meio do ano, os jogaodores do time principal fracassaram na Copa América, que foi jogada no Equador. O Brasil caiu diante da Argentina nos pênaltis. Era sinal de que algo não ia bem para os jogadores brasileiros.

No segundo semestre, mais ou menos, começaram as Eliminatórias Sul-Americanas. O Brasil caiu num grupo que tinha Equador, Bolívia, Venezuela e Uruguai, um grupo teoricamente fácil, mas, teoricamente...O Brasil estreou as Eliminatórias empatando em 0X0 com o Equador em Quito. O jogo seguinte foi um derrota para a Bolívia em La Paz por 2X0. O Brasil depois foi a Puerto Ordaz e conseguiu sua primeira vitória: venceu a Venezuela por 5X1, de virada. A partida contra o Uruguai terminou em 1X1. Os jogos de volta foram todos jogados no Brasil e os brasileiros venceram todos e não sofreram gols. Venceram o Equador por 2X0, a Bolívia por 6X0, a Venezuela por 4X0 e o Uruguai por 2X0, no Maracanã com dois gols de Romário, herói da classificação brasileira.

Em dezembro saiu o sorteio dos grupos, o Brasil caiu numa chave um pouco difícil com Rússia, Camarões- a sensação da Copa de 90- e a Suécia-que já havia enfrentado o Brasil em 90.O Brasil se preparou para a Copa fazendo alguns amistosos, mesmo vencendo bem seus adversários- com excessão de uma derrota para a Alemanha por 2X1- a seleção não convencia. Em maio de 94, o Brasil fez um amistoso contra a fraca seleção da Islândia e venceu por 3X0. Já nos EUA, o Brasil fez dois amistosos: contra Honduras e El Salvador, vencidos pelos brasileiros por 8X2 e 4X0 respectivamente.

O Brasil estreou no dia 20 de junho no Stanford Stadium contra a Rússia. O Brasil derrotou os ex-comunistas por 2X0 com gols de Raí e Romário. Dia 23, o Brasil foi enfrentar Camarões e a vitória foi mais fácil do que se esperava: 3X0 nos camaroneses com gols de Romário, Márcio Santos e Bebeto.Dia 29, o Brasil pegou a Suécia em Detroit. Foi uma partida difícil, o Brasil já estava classificado para a segunda fase, mas precisava de um resultado positivo para se afirmar. Anderson abriu o placar para os suecos e no fim do jogo, Romário marcou o gol de empate para o Brasil.

Dia 4 de julho, "The Independence Day", o Brasil enfrentou os anfitriões pelas oitavas de final. Os norte-americanos tentaram dificultar as coisas para o Brasil e até tentaram irritar os brasileiros. A prova disso foi a cotovelada de Leonardo em Tab Ramos, que acabou originando a expulsão do jogador do Brasil. Mas o Brasil era mais time e acabou derrotando os Estados Unidos por 1X0 com um gol de Bebeto.

Dia 9 de julho, quartas de final. O adversário era a Holanda e o local era Dallas, no Texas. O Brasil começou muito bem abrindo vantagem de dois gols, marcados por Romário e Bebeto, que comemorou o gol como se estivesse embalando seu filho Matheus, que havia acabado de nascer no Brasil. No segundo tempo, a Holanda reagiu e conseguiu empatar com gols de Overmars e Winter. Aos 35 do segundo tempo, quando a tensão já estava no limite, falta a favor do Brasil. Branco bateu forte a marcou o gol que classificou o Brasil para as semi-finais.

Nas semi finais, novamente a Suécia no caminho, mais um jogo tenso. Os suecos apostaram em jogadas aéreas e na retranca para conter os avanços de Bebeto e Romário. No segundo tempo, Romário marcou o gol da vitória e do alívio brasileiro. Brasil, classificado para a final:1 Suécia:0.

17 de julho, Estádio Rose Bowl, Pasadena. Protagonistas: Brasil X Itália. 24 anos depois eles voltariam a se enfrentar em uma final. 12 anos depois eles voltariam a se enfrentar em uma partida de Copa do Mundo. Os dois eram tri-campeões do mundo e disputavam a hegemonia do futebol mundial. O Brasil tinha o melhor jogador da Copa: Romário e a Itália tinha o melhor jogador do mundo eleito pela FIFA: Roberto Baggio, que estava com uma contusão na coxa. Partida muito tensa, com chances de gols desperdiçadas de ambos os lados. Uma delas, Romário perdeu um gol debaixo das traves de Pagliucca. No tempo normal: 0X0. Mais 30 minutos de prorrogação e novamente 0X0. Pela primeira vez uma Copa do Mundo seria definida nos pênaltis. Brilhou a estrela de Taffarel, que defendeu as cobranças de Baresi e Donadonni. Romário, Dunga e Branco acertaram as cobranças para o Brasil e Evani e Albertini acertaram para a Itália. Na cobrança derradeira, Roberto Baggio, se acertasse, a disputa continuaria, se errasse, o Brasil seria campeão. Baggio chutou a bola para cima e pudemos soltar um gritoi preso há 24 anos:"Somos Campeões do Mundo!!!!".

Nesses 15 anos de conquista, o Brasil conseguiu voltar ao topo do futebol mundial e ainda perderia a Copa de 98 e ganahria a de 2002. O futebol brasileiro voltava a ser visto com mais respeito pelos estrangeiros. E para mim essa Copa tem um sabor muito especial, foi a primeira Copa que acompanhei na íntegra-ou quase- eu tinha 10 anos na época e até tentava matar aulas na escola para ver os jogos. Eu, assim como uma geração da minha faixa etária recebemos um grande presente que foi ver o Brasil campeão do Mundo, sesação antes vivida por nossos pais e avós. E podemos contar aos nossos filhos que vimos o Brasil ganhar uma Copa do Mundo.

Os 22 campeões mundiais:Taffarel (Reggiana-ITA),Zetti (São Paulo), Gilmar (Flamengo), Jorginho (Bayern München-ALE), Cafu (São Paulo), Branco (Fluminense), Leonardo (São Paulo), Ricardo Rocha (Vasco), Ronaldão (Corinthians), Aldair (Roma-ITA), Márcio Santos (Bordeaux-FRA), Bebeto (La Coruña-ESP), Dunga (Stuttgart-ALE), Zinho (Palmeiras), Raí (Paris Saint Germain-FRA), Mazinho (Palmeiras), Paulo Sérgio (Bayer Leverkusen-ALE), Müller (São Paulo), Romário (Barcelona-ESP), Ronaldo (Cruzeiro) e Viola (Corinthians).




Brasil Tetra Campeão Mundial 1994

Em pé: Taffarel, Jorginho, Aldair, Mauro Silva, Márcio Santos e Branco

Agachados: Mazinho, Romário, Dunga, Bebeto e Zinho

Técnico: Carlos Alberto Parreira

4 comentários:

Linkin Leo disse...

Show de bola o post leo!! serviu pra relembrar esse momento magnifico da minha infancia e da história do futebol!!

Sobre o Futebol Carioca disse...

eterno DUNGA!

Uelton Gomes disse...

Grande Copa do Mundo, essa ficou marcada, Romário jogou muito.

Lendo esse texto, passou um filme da Copa na Cabeça.

Abraços

Bruno Muniz disse...

Nossa primeira copa que acompanhei, foi emocionante. Inesquecível. Ver Romário dar show e Taffarel fechar o gol.

É isso ai, que em 2010 venha o hexa....

Abraço