BANDAS QUE VOLTARAM- PARTE 1

on

Bem, a partir deste mês, começarei a escrever sobre música no blog, mas continuarei escrevendo sobre futebol e Fórmula 1. O primeiro texto será sobre bandas antigas que voltaram recentementem esse texto está dividido em duas partes: hoje será sobre Mutantes, Go-Go´s e Bangles; semana que vem será sobre Stone Temple Pilots e Rage Against The Machine.
MUTANTES

Os Mutantes é uma banda de rock psicodélico criado em 1965, na cidade de São Paulo, Brasil e que tinha como integrantes iniciais: Arnaldo Baptista, Sérgio Dias e Rita Lee. Em 1966, eles gravaram um compacto com duas músicas: “Suicida” e “Apocalipse”, mas as vendas não foram muito boas. Em outubro do mesmo ano, eles são convidados para participarem do programa dominical “O Pequeno Mundo de Ronnie Von.




Em 1967, a banda estava em crescimento, eles conheceram o maestro Rogério Duprat, que dá uma guinada na carreira deles, eles passaram a se apresentar em Festivais da Canção, ao lado dos tropicalistas Gilberto Gil e Caetano Veloso, cantando as músicas “Domingo no Parque”, que fez grande sucesso e “É Proibido Proibir”.




Em 68, eles lançam o disco “Os Mutantes”, que teve como música de sucesso “Panis et Circenses”. Ainda no mesmo ano, eles participaram do IV Festival da Canção, cantando a música “2001”. Em 70 é lançado o disco “A Divina Comédia”, que tinha como hits as músicas “Hey Boy” e “Ando Meio Desligado” e uma regravação de “Chão de Estrelas”. Em 1972, Rita Lee sai dos “Mutantes” para seguir carreira solo, sem Rita, a banda vai para o lado do rock progressivo, muito influenciados pelo grupo Emerson, Lake & Palmer.




Em março daquele ano foi lançado o disco “

Mutantes e Seus Cometas no País dos Baurets

” que teve como grande hit “A balada do Louco”.A fase prograssiva não teve tanto sucesso, em 74 eles gravaram “Tudo Foi Feito Pelo Sol”, não fez tanto sucesso, Arnaldo Baptsta, Dinho e Liminha deixaram o grupo. Da formação original só ficou Sérgio Dias, que decidiu continuar com a banda.



Em 78, os Mutantes acabariam após vários desentendimentos entre os integrantes.
A volta dos Mutantes aconteceu em 2006, com Dinho Leme, Sérgio Dias, Arnaldo Baptista e uma nova vicalista:Zélia Duncan. Eles fizeram a sua primeira apresentação em Londres, que mais tarde virou Cd e DVD. Eles voltaram a tocar no Brasl em 2007, depois de quase 30 anos. Em setembro, Zélia Duncan anunciou sua saída dos Mutantes, para se dedicar mais à carreira solo, Arnaldo Baptista também saiu, para se dedicar mais a sua autobiografia.Apenas Sérgio Dias e Dinho Leme permanecem na banda, que em 25 de abril lançou “Mutantes Depois” a primeira música inédita dos Mutantes.



THE GO-GO´S

As Go-Go´s são um grupo feminino de rock formado na California em 1978, que tinha como integrantes originais: Belinda Carlisle (vocal), Charlotte Caffey (guitarra e teclado), Jane Wiedlin (guitarra), Elissa Bello (bateria) e Margot Olaverra (baixo).Elas faziam parte da cena punk de Los Angeles.



Em 1980, a primeira mudança de integrante na banda: saiu a baterista Elissa, entrou Gina Schock em seu lugar. No mesmo ano, elas ficaram mais de seis meses em turnê pela Inglaterra abrindo shows de bandas de new-wave, e também para arrecadar dinheiro para gravarem um compacto. O compacto de “We Got The Beat” foi gravado, mas não despertou nenhum interesse de gravadoras.



De volta aos EUA, em dezembro de 80, saiu Margot Olaverra, em seu lugar entrou Kathy Valentine (ex-Textones), que na verdade era guitarrista e nunca havia tocado baixo na vida. Kathy precisou apenas de 4 dias para aprender a tocar o instrumento. E conseguiu.



Em abril de 1981, as meninas assinam contrato com a gravadora IRS e logo começam os trabalhos de gravação de seu primeiro disco, que se chamaria “The Beauty And The Beat”, quando o disco foi lançado, acabou superando as expectativas: o disco emplacou dois hits “Our Lips Are Sealed” e “We Got The Beat” e ainda ficou em primeiro lugar na Billboard (a primeira banda feminina de rock a atingir tal feito) por seis semanas.



Empolgadas com o sucesso do primeiro disco, começaram os trabalhos de gravação do segundo LP, que teria o nome de “Vacation”, que foi lançado em 1982. “Vacation” apenas emplacou a música-título como hit, apesar de ter outras músicas boas, acabou não fazendo tanto sucesso quanto o primeiro.



No final de 1983, foram pro estúdio gravar o seu terceiro disco, o “Talk Show”, o disco foi lançado no início de 1984, que emplacou dois hits “Head Over Heels” (a música mais conhecida delas e que abriu as portas para se apresentarem no Rock In Rio) e “Turn To You”, o álbum fez sucesso e colocou as Go-Go´s no topo.



Mas, 84 foi um ano difícil para elas: problemas de personalidade, conflitos de idéias e abusos de álcool e drogas por algumas integrantes acabaram destruindo a harmonia que existia entre as garotas. Em Outubro do mesmo ano, Jane Wiedlin saiu da banda para seguir carreira solo. Para substituí-la, foi chamada Paula Jean Brown, que era baixista, por isso, Kathy acabou sendo deslocada para tocar guitarra no lugar da Jane.



Em Janeiro de 85 elas vieram ao Brasil para tocar no Rock In Rio, elas tocaram ao lado de grupos como B-52, Paralamas do Sucesso, Kid Abelha, Queen e para um público de quase 400 mil espectadores, somando os dois dias de apresentação delas. Foi um belo show de despedida delas. Em maio de 1985, Belinda e Charlotte anunciaram suas saídas da banda, era o fim da primeira encarnação das Go-Go´s.



Em 1990, aconteceu a prineira reunião do grupo, elas se reuniram para um único show: era uma campanha beneficente para uma ONG chamada PETA, que é contra o uso de peles de animais em vestuário. Em 1994, a gravadora IRS lançou o álbum duplo “Return To Valley Of The Go-Go´s”, uma coletânea com os maiores sucessos da banda e algumas músicas novas como “The Whole World Lost In Head”, elas fizeram uma turnê para a divulgação do disco, mas do meio dela, Charlotte teve de se ausentar da banda por um tempo, o motivo desta vez era bom:Charlotte estava grávida e Vicki Patterson (ex-Bangles) entrou em seu lugar.



Em 2001 ocorreu a volta definitiva das Go-Go´s, elas gravaram o álbum “God Bless The Go-Go´s”, depois de 17 anos, elas gravavam um álbum com material totalmente inédito. Mas o disco foi fraco em vendas, por causa do mau trabalho de divulgação da gravadora e também foi massacrado pela crítica. Uma das músicas do álbum foi composta em parceria com Billy Joe Armstrong (vocalista do Green Day), “Unforgiven”, e outro destaque do álbum foi “Throw Me In A Curve”, onde elas investem forte no punk-rock. Mesmo com toda essa crítica negativa, decidiram continuar a tocar juntas, sem deixar de lado as carreiras solo.



Em 2007, foi realizada uma turnê para comemorar o aniversário de 25 anos do álbum “Vacation”, no mesmo ano, Belinda Carlisle gravou seu álbum solo “Voilá”. No último dia 11 de maio elas fizeram um show beneficente contra o câncer de mama, em Los Angeles. Embora elas estejam bastante envolvidas em seus projetos solos, sempre que pinta uma folguinha, elas se reúnem para fazerem shows pelos EUA, mostrando que ainda têm a batida e continuam fazendo a gente dançar.




THE BANGLES

As Bangles foram formadas em 1981 na California por Suzi Hoffs (vocal e guitarra), as irmãs Vicki e Debbi Patterson (guitarra e bateria, respectivamente) e Annete Zilinskas (baixo).


Em 1982, Annete foi substituída por Michael Steele (ex-Runnaways) (apesar do nome, é uma mulher).




Em 1984, elas assinam contrato com a gravadora Columbia e gravam o seu primeiro LP, o “All Over Place”, que teve como hit a música “Going Down To Liverpool”. O álbum fez sucesso, tanto, que chamou a atenção do cantor Prince, que compôs “Manic Monday” para elas, que também virou sucesso.




Em 1986, elas gravaram o segundo álbum, o “Different Light”, que teve como destaque “Walk Like An Egyptian”, que chegou ao primeiro lugar das paradas de sucesso, sendo a música mais tocada em 86.




Em 1987, elas gravaram a música “The Hazy Shade Of Winter”, originalmente gravada por Simon & Garfunkel, que chegou novamente ao primeiro lugar. Em 1988, elas gravaram o seu terceiro disco, “Everything”, que emplacou “Eternal Flame”. Em 1988, o relacionamento entre as Bangles já estava bastante desgastado, a mídia havia colocado Suzi Hoffs como potencial lider da banda, o que irritou as irmãs Patterson. No início de 1989, as Bangles estavam se separando.




Em 1994, Vicki Patterson foi chamada para substituir Charlotte Caffey temporariamente numa turnê com as Go-Go´s.
As Bangles voltaram em 2000, com a mesma formação que fez sucesso nos anos 80. Em 2002 elas gravaram um novo álbum, o “Doll Revolution”. Em 2005, Michael Steele anunciou a saída da banda, queria se dedicar mais à família, assim, as Bangles passaram a ter apenas três componentes. Em 2008, elas farão vários shows pela Europa, mostrando que ainda têm a mesma força dos anos 80.

3 comentários:

Line Siena =p disse...

yaaay!! =D

textinhos legais!!

bandas chatas... olhando assim, dá até pra pensar em ouvir uma delas...mas aí eu olho de novo e vem assim: aaaaaaaaaaaaah, ná! =p

zoa... escreves bem, ó irmão de minha vida! =p

gostei!

=***

Wilson Hebert disse...

Interessante esse especial sobre bandas que voltaram!

É claro que não podia faltar o texto das Go go's né...

Vamos ver se com essas bandas retornando, a qualidade musical de hoje tende a melhorar.

Abs.......

Anônimo disse...

No lugar da Michael entrou a Abby Travis que estara on tour pela Europa com as Bangles,e assim que ela estiver de volta,ela me dara aulas de baixo,nos conhecemos no domingo passado dia 8 de june num show que ela deu em West Hollywood,Los Algeles Gay Pride.
Eu aki escrevendo sobre ela e o telefone toca...era ela!!!!!Marcando de comecarmos as aulas mes que vem por volta do dia 18,caraca!!!!
Bjs
Fabianne