SÃO PAULO E NACIONAL PASSAM PARA AS QUARTAS DE FINAL DA LIBERTADORES

on



A notícia caiu meio que como uma bomba na noite de ontem, a Federação Mexicana de Futebol retirou os seus representantes que continuavam em disputa na Taça Libertadores da América, o Chivas e o San Luís, que enfrentariam São Paulo e Nacional de Montevideo pelas oitavas de final em virtude da epidemia de gripe suína que assola o país e está assustando o mundo. Com isso, São Paulo e Nacional estão classificados automaticamente para as quartas de final do torneio.

A Conmebol ainda na semana passada tentou algumas soluções para que as partidas fossem disputadas. A primeira seria os mexicanos mandarem os jogos na Colômbia, mas a Ferderação Colombiana foi contra, bem como o Paraguai e Chile. A outra solução tentada foi que as duas partidas fossem disputadas no Brasil e no Uruguai, que também não foi aceita. A última cartada da Conmebol foi a disputa de apenas uma partida entre os dois times: São Paulo X Chivas se enfrentariam no Morumbi e Nacional X San Luis se enfrentariam no Parque Central. Essa solução encontrada causou um certo mal estar entre os outros clubes participantes das oitavas de final. A Federação Mexicana mostrou-xse irredutível e retirou os representantes do México da disputa.


Bom, longe de mim de ser preconceituoso, mas...o que o México faz na Libertadores se caso um time mexicano seja campeão não poderá disputar o Mundial? Os times do México já disputam a CONCACAF Champions Cup e vão muito bem, obrigado. A final desse ano será entre dois times mexicanos: Atlante e Cruz Azul. Desde 1998 o México manda representantes para a Libertadores, que até fazem boa campanha, mas não acrescentam em nada. A mesma coisa vale para a Copa Sul-Americana, onde tem até representante norte-americano e que o Pachuca foi campeão de 2006.


Seria mais útil a Commebol abrir mais vagas para países como Equador, Venezuela, Peru...a Venezuela merece pelo menos mais uma vaga, o futebol deles tem melhorado muito, ainda não a ponto de bater de frente com os clubes brasileiros e argentinos, mas eles têm um representante nas oitavas de final da Libertadores: o Caracas, que se classificou como primeiro do grupo.


Esse texto não chegará ao conhecimento da Conmebol mesmo, e se chegar eles estarão pouco se lixando para um texto escrito por um humilde blogueiro.Eles preferem que tudo seja como Dantes do Quartel de Abrantres, preferem repetir a mesma tabela de jogos das Eliminatórias Sul-Americanas, desde 2000, por que para eles criar uma tabela de Eliminatórias deve dar trabalho demais.Melhor deixar tudo como está e continuar a convidar mexicanos, japoneses e jupterianos para a Copa América...Essa é a entidade que comanda o futebol sul-americano, por fora, uma sede luxuosa, digna dos grandes clubes e entidades européias, por dentro, um trabalho digno de time de várzea.


OBS:Não tenho nada contra o México, país que respeito a sua história, suas tradições e sua cultura, é um país que tenho profunda admiração, só não compreendo o porquê de convidarem times de fora da América do Sul para participarem de uma competição Sul Americana.

3 comentários:

Wilson Hebert disse...

Boa, Leonardo!

Temos que criticar mesmo a Conmebol por tal desmando.

Tambem acho errado num campeonato que se diz Sul-Americano termos times de outras faixas do continente.

Abs!

Uelton Gomes disse...

Conmebol, fazendo só atrapalhadas,
nunca era para os times do México participar da Liberadores

Abraços

Erick Von Draxeler disse...

OK, agora notem que as Guianas e o Suriname, que fazem parte da América do Sul, são filiadas à CONCACAF...

A Austrália, que até pouco tempo atrás, disputava as eliminatórias da Oceania (e quase sempre tira primeiro pra jogar repescagem contra o quinto da Conmebol), agora joga pela Ásia...

Então, já que o México tem disputado bastante os torneios Sul-Americanos, será que não seria uma boa que estes se filiassem à Conmebol?