VASCO E CORINTHIANS EMPATAM NO MARACANÃ

on

O duelo entre os Vasco e Corinthians pelas semi-finais da Copa do Brasil terminou empatado no Maacanã, válido pela partida de ida. Dentinho marcou para o Corinthians e William, contra, marcou a favor do Vasco.

Antes do jogo começar a torcida vascaína fez uma linda festa no Maracanã, mais de 60000 vascaínos compareceram ao estádio para assistir à partida, mas a tocida corintiana, que veio em menor número, também fez muito barulho.

O Corinthians dominou o campo durante todo o primeiro tempo, apostando nos erros do time do Vasco, que nervoso, dava muitos passes errados. Aos 29 do primeiro tempo, Dentinho, aproveitando-se de um lindo passe de Jorge Henrique e da falha da defesa cruzmaltina, marcou o gol do Corinthians: Corinthians 1X0.

Após esse gol, o Vasco de desesperou ainda mais e foi dando mais chance para o time do Parque São Jorge, a ponto de deixar o treinador Dorival Júnior desesperado à beira do gramado. Na volta do intervalo, o treinador vascaíno efetuou uma dupla substituição: tirou Nílton e colocou Mateus e tirou o apagado Jeferson e colcou Enrico.

O Vasco subiu de produção após as substituições e aos 18 minutos, Élton efetuou um passe de calcanhar dentro da área para Rodrigo Pimpão, o zagueiro William tentou tirar, mas acabou marcando contra: Vasco 1X1 Corinthians.

O Vasco ainda tentou correr atrás do segundo gol, mas Felipe estava muito bem seguro e efetuou ótimas defesas. Ao final da partida, os jogadores do Corinthians pediram pênalti num lance onde um jogador do Timão foi derrubado na área durante uma cobrança de escanteio, mas os protestos não foram atendidos.

E foi assim que terminou a partida: Vasco 1X1 Corinthians, a partida de volta será disputada no Pacamebu na próxima quarta-feira, com os dois times completos. Carlos Alberto do Vasco voltando de suspensão e Ronaldo, provavelmente voltando de contusão.

OUTROS RESULTADOS
Internacional 3X1 Coritiba

Um comentário:

Maldita Futebol Clube disse...

sigo confiante no vascão em sampa. quem sabe depois da tempestyade, já não seja ahora da bonança?rs abs, leandro