ORIENTAIS EM CÉU DE BRIGADEIRO

on


Quarenta anos de espera...é muito tempo para uma pequena nação de três milhões de habitantes para comemorar seu retorno às semifinais de uma Copa do Mundo.

Foi preciso de muito suor e lágrimas para alcançarem a tão sonhada vaga diante da seleção de Gana, o único representante africano vivo na Copa até então. Precisou de um golaço de Forlán para empatar o jogo, de um pênalti perdido por Asamoah Gyan no fim do segundo tempo da prorrogação e de uma eletrizante disputa de penalidades máximas que culminou na cavadinha de Loco Abreu para carimbar o passaporte uruguaio entre os quatro melhores do Mundial.

A capital Montevideo enlouqueceu após o gol de Abreu, acredito que toda a torcida do Botafogo aqui no Rio também comemorou bastante, pois se lembrou da recente final da Taça Rio, que foi conquistada graças a um gol dele. El Loco deixou os uruguaios loucos de alegria, pois após quatro décadas podem sonhar com uma possível final, por que não?

Essa geração de jogadores uruguaios é a melhor dos últimos cinquenta anos, um excelente time com atletas atuando no exterior, sendo bem prestigiados em suas equipes. A vaga foi conquistada por merecimento, sem antes com muita luta e garra, proporcionando a todos uma das melhores partidas dessa Copa do Mundo.

Uruguaios podem acordar nessa manhã de sábado e ver que o céu está mais azul que de costume, pois a cor azul celeste voltou a ter força no mundo do futebol.

Um comentário:

carol sakurá disse...

O melhor jogo da copa!
Imagina uma final Uruguai e Argentina?
Os hermanitos iriam tremer.
Beijos!